segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Eles ditam o que está na berra, mesmo que sejam uns chanfrados do pior.

Quer concordem quer não concordem, toda a gente sabe que há por aí muitos filhas da mãe que não valem nem um donut com bolor mas, mesmo assim, tem carradas de seguidores e admiradores ou simplesmente pessoas que se preocupam com o que eles dizem ou fazem. Eles ditam, ainda que inconsciente, muitas regras que o seu rebanho seguirá. Usam o que para eles é top quality e mandam à fava aquilo que consideram off. Os outros coitados lá fazem o mesmo para se aproximarem dos seus ídolos. Estamos na presença de algo que podemos designar  de consumismo privilegiado motivado por outrem de um (suposto) estatuto superior. 

Muitas marcas têm se aproveitado de várias figuras públicas para expandir o seu negócio e assim obterem mais lucro.

1. Caso Cuecas G. Armani:

Como pudemos constatar, desde o momento em que o Cristiano Ronaldo começou a usar as tais cuecas, as vendas subiram de uma forma bastante considerável.
Contudo quando a Chanel fez uma parceria com a Armani, formando a mega promoção cueca + verniz preto usado por Cristiano Ronaldo, a subida foi ainda maior. É o que eu chamo uma bela estratégia de Marketing.

2. Caso Arroz Cigala vs. Associação de Produtores de Alface Frisada
 
Como alguns devem ter conhecimento, José Castelo Branco numa das últimas edições do Você na Tv fez uma magnífica revelação do mundo da culinária (leia-se isto em tom irónico, por favor) : os peixinhos da horta devem ser acompanhados com alface em vez de arroz. " Nós mulheres temos de cuidar da nossa linha ", segundo o mesmo. Pois bem, mas parecendo que não, depois disto houve uma grande reviravolta no mundo dos acompanhamentos. Coincidência ou não, o gráfico fala por si: grande decréscimo do consumo de arroz, crescimento exponencial do consumo de Alface. " Estamos muito contentes com este progresso, até comprei o CD do Castelo Branco como agradecimento! " - divulgou Joaquim Nabiça, presidente da associação de produtores de alfaces de Portugal.

3. Caso fraldas Dodot.

Desde que Justin Bieber surgiu o mundo das fraldas é cada vez mais procurado. Já existem rumores que a empresa que, até aí, era direccionada para fraldas até aos 13 kg passará a fabricar fraldas com maior capacidade. Estas podem vir até aos 70kg!! " Pelo Justin tudo! " - Confidenciou Joana Incontinência del Rio, representante da marca em Portugal. No gráfico podem assinalar-se uma redução de vendas seguida de uma nova subida, representada a amarelo. Este novo crescimento foi motivado pelo próprio cantor após ter sido atacado em palco. Ou tornou-se incontinente ou então borrou-se de medo.


Estes são apenas alguns casos, mas existem muitos mais na vida real. Estejam atentos! Nunca se sabe quando estão a ser vítimas de consumismo privilegiado sem saberem. Depois não digam que não avisei!

5 comentários:

  1. adorei especialmente o ponto 3 xD

    ResponderEliminar
  2. Esses boxers Armani são tão falsos xD

    Está bom, sim senhor :b

    ResponderEliminar
  3. Verniz para as unhas dos pés em homens é que não. ça foda o consumismo! (posso dizer asneiras?)

    ResponderEliminar
  4. uh uh também sabes falar mal português :b

    ResponderEliminar
  5. AHAHAH, muito muito bom xD

    ResponderEliminar

Comentar aumenta a esperança média de vida. QUERES MORRER NOVO?